▷ Aulas De Desenho Animado -Grau: Intermediário

São Paulo - Respeitável plataforma de assunto e relacionamento profissional, o LinkedIn registrou a marca de vinte e três milhões de usuários brasileiros no final do ano anterior. Apesar da tua enorme popularidade no nação - somos o 3º maior público da plataforma no mundo, atrás de Estados unidos e Índia - a rede social ainda desperta dúvidas em algumas pessoas. Até naquelas que prontamente têm perfis no site há anos. Isso ou melhor que os usuários ainda cometem diversos erros no LinkedIn? Baixar FlipaClip Pra Micro computador,Windows Versão Completa , gerente de intercomunicação da corporação para a América Latina, a resposta é negativa.

Advertisement

Segundo ela, não existe um jeito preciso ou incorreto de usar a plataforma. “Existem apenas atitudes que são proibidas, ou seja, que ferem as normas do website, e aquelas que não ajudam o usuário a tomar seus objetivos profissionais”, alega. Na visão de Dan Sherman, autor do livro “Obtendo o Máximo do LinkedIn” (Editora M.Books), não saber “se vender” é o principal erro estratégico dos usuários.

  • Trinta e oito A Super-família de Tyler xilofone
  • Título do artigo só
  • CIO Fórum Fortaleza
  • Vitor says
  • Hold on

O especialista defende que o perfil na mídia social seja visto como uma peça de publicidade a respeito da sua carreira. Ainda desse jeito, evidenciar-se insuficiente, digitar textos prolixos, omitir certos dados pessoais e não listar as suas competências são equívocos táticos no LinkedIn - porém não são erros crassos. Por outro lado, existem atitudes que realmente conseguem comprometer o teu aproveitamento e a tua reputação profissional no LinkedIn.

Advertisement

Segundo Fernanda Brunsizian, gerente de comunicação do LinkedIn para a América Latina, não são poucos os usuários brasileiros com perfis incompatíveis com o regulamento do web site. Há muita gente que cria perfis pessoais para organizações - que deveriam ter “company pages”, o formato adequado de página para pessoas jurídicas. Outra dificuldade frequente é ter contas duplicadas: o usuário esquece que fez um perfil no passado e cria outro com a mesma identidade.

O passo a passo para identificar e solucionar a dificuldade está nesse tutorial da rede social. Discursos de ódio ou qualquer maneira de distinção também são veementemente proibidos pelos termos de uso e acarretam punições. Cuidar da sua reputação online é uma atribuição no mundo atual: chefes, colegas e recrutadores estão de olho nas mídias sociais e várias vezes constroem a imagem de um profissional por meio do seu perfil pela web. A inquietação com o idioma é fundamental pra construção da sua reputação no LinkedIn, reconhece Brunsizian. Erros de português, dos mais sutis aos mais graves, conseguem comprometer a sua importância no mercado e até retirar oportunidades profissionais.

Advertisement

A atenção à norma culta da língua é obrigatória em qualquer maneira de interação na rede social. Seja em textos escritos no seu perfil pessoal, mensagens privadas ou publicações em grupos de conversa, é relevante fazer uma rápida revisão e suprimir qualquer deslize linguístico antes de apertar o botão “enviar”. Uma vez que é Um Assassino De Aluguel as informações sobre o assunto você no LinkedIn podem ser forjados sem grandes resultâncias.

Gerar ou distorcer detalhes é uma prática tão desaconselhável no site quanto seria em um currículo. “Não vale a pena mencionar cursos, projetos ou faculdades que você não fez”, diz a gerente de intercomunicação da corporação para a América Latina. “Cedo ou tarde, os fatos irão ser checados pelo recrutador”.

Advertisement

E também ser ineficaz, a calúnia acarreta sérios danos à imagem de um Guia De Animação . Segundo dados oficiais do LinkedIn, perfis com foto são 14 vezes mais clicados do que aqueles que não têm imagem nenhuma. O detalhe traz importância e uma intuição de proximidade com o usuário em questão. Dada a grande importância da foto, é nocivo negligenciar a sua peculiaridade ou pertinência para o assunto profissional. Alguns vacilos são evidentes: não dá para utilizar uma imagem em que você apareça na praia, com um copo de cerveja pela mão, tais como.

Entretanto Fernanda assim como não recomenda diminuir o seu rosto de uma imagem em grupo, por exemplo, o que traz a emoção de que o usuário fez uma alternativa casual e despreocupada do próprio avatar. “O melhor é pegar uma imagem especialmente para o perfil no LinkedIn ou usar uma imagem pronta que mostre obviamente o seu rosto, sem acessórios como óculos ou chapéus, com um lugar neutro no fundo”, orienta ela. Pronto Para Criar Seu Próprio Site? setembro de 2015, um diálogo entre dois advogados britânicos no LinkedIn se tornou um escândalo mundial. Alexander Carter-Silk enviou uma cantada na rede social pra sua colega de profissão Charlotte Proudman - que reagiu à altura e expos o caso na imprensa internacional.

Share This Story

Get our newsletter